Inverno em casa. A sua está pronta para trazer conforto e segurança?

7 de julho de 2021 em  Dicas

Inverno em casa

Veja aqui os cuidados para tornar o seu lar mais aconchegante na estação mais fria do ano

Manter a casa aconchegante e confortável é primordial para uma boa qualidade de vida, ainda mais em tempos de refúgio domiciliar. Na época mais fria do ano não seria diferente. Portanto, para passar pelo inverno em casa, é importante um preparo para a estação mais fria do ano.

Segundo a empresa GNB Arquitetura, de Guarulhos (SP), de propriedade do arquiteto e designer de interiores Gustavo da Nóbrega de Bona, há medidas que podem ser utilizadas para melhorar a climatização do ambiente. Entre elas estão:

  • Uso de aquecedores;
  • Tapetes ajudam a aquecer os cômodos;
  • Uso de cortina e almofadas também colaboram na climatização;
  • Aproveitar os momentos de sol para captar o máximo possível da insolação. E quando o sol for embora tomar cuidado para não deixar o frio entrar e o calor sair. Feche e abra as portas e janelas nos momentos certos;
  • Uso de madeira em móveis, pisos ou forros.

Aquecedores

Muitas pessoas utilizam aquecedores como fonte de calor para aquecer suas casas e apartamentos. Para passar o inverno em casa com segurança, é importante saber que existem vários tipos. Entre eles estão:

  • Aquecedor Cerâmico: revestido de cerâmica, rápido aquecimento, econômico, deixa o ar menos seco;
  • Termoventilador: Econômico, facilmente transportável;
  • Aquecedor Halógeno: Ótimo desemprenho, preço baixo. Não recomendado para ambientes úmidos e nem deve ser colocado próximo a objetos;
  • Aquecedor a Óleo: Ótimo desempenho, não resseca o ambiente;
  • Aquecedor Split: Silencioso, sem riscos de queimadura, uniformização do calor.

De acordo com informações da empresa também especialista no setor, Pedrão PVC, de Ribeirão Preto (SP), os principais tipos de aquecedores são os elétricos, a gás e solares. Os mais recomendados para curtir o inverno em casa com segurança são os a gás. A assistência técnica deve ser acionada a cada seis meses, para verificar possíveis vazamentos e manutenção preventiva.

“Às vezes, a umidade alta pode fazer com que o ambiente pareça mais frio. Neste caso, o ideal é ter um desumidificador de ar. Existem aquecedores que também são desumidificadores. Se não tiver um, providencie para este seu inverno”, salienta Gustavo de Bona.

Instruções e dicas

Investir em equipamentos e utensílios que aqueçam o ambiente é importante. Entretanto, medidas e cuidados com a casa nessa época também podem e devem ser levados em consideração. O arquiteto da GNB compartilha a seguir instruções e dicas:

  1. Fiscalização de vedações – É muito importante manter em dia a manutenção da casa. Os reparos nas vedações fazem parte disso. Hoje, há diversos tipos de veda-frestas para solucionar esse problema. Aproveite e veja se o telhado está em ordem. Infiltração não é bom em nenhum momento, mas no inverno é menos ainda.
  2. Chão gelado – Os carpetes e os tapetes fazem parte do “cheklist” para deixar a casa mais confortável. Vale lembrar que, no caso dos tecidos, é importantíssimo mantê-los limpos e higienizados, principalmente no inverno, para evitar doenças respiratórias e alérgicas.
  3. Tecidos – Lave e higienize roupas de cama, carpetes, tapetes, almofadas, cortinas e, por que não?, os casacos que estão guardados há quase um ano. Os tecidos ajudam a manter a casa quente, mas é importante que estejam limpos. Caso não tenha algum desses itens, providencie, pois isso ajudará muito no inverno.
  4. Refaça o layout – Encoste os móveis de madeira nas paredes externas. Isso ajudará a manter o calor dentro da casa. Porém, móveis de uso contínuo, como camas e sofás, é melhor que fiquem perto das divisórias internas.