Áreas externas: maior qualidade de vida

24 de setembro de 2020 em  Dicas

áreas externas

As áreas externas de uma casa, condomínio ou prédio são espaços de relaxamento, descontração e que acolhem seus moradores. Por isso, é de extrema importância investir em projetos de arquitetura paisagística.

Eduardo Mera, arquiteto paisagista reconhecido por seu potencial criativo e proprietário da Mera Arquitetura Paisagística, explica que as áreas externas vêm ganhando cada vez mais força nos novos empreendimentos.

“São nelas que as famílias viverão momentos muito felizes em suas vidas, como a convivência com os filhos e os amigos, a prática de esportes e o relaxamento junto à piscina. Enfim, acredito que espaços externos bem pensados e projetados marcam a vida das pessoas e trazem equilíbrio”, afirma Mera.

Jardineiro X paisagista

Antes de abordarmos os elementos essenciais em um projeto paisagístico, é preciso esclarecer uma confusão comumente feita: a de que jardineiro e paisagista são sinônimos. Não são!

Enquanto o primeiro trabalha, especificamente, na criação e/ou manutenção de jardins, o outro elabora espaços funcionais para que os moradores da casa, condomínio ou prédio os utilizem da melhor forma possível. O que ocorre é que, vez ou outra, o arquiteto paisagista usa a jardinagem como estratégia para ampliar resultados.

De acordo com Mera, nos últimos anos, melhorou-se o entendimento sobre a profissão. A compreensão da atuação do mercado paisagista vai muito além da escolha das espécies vegetais.

“Ao profissional, compete criar espaços externos onde a qualidade de vida é o principal objetivo. Para conseguir isso é necessário idealizar e detalhar as áreas construídas, como piscinas, acessibilidade, sistema de lazer e demais equipamentos que propiciem a interação entre as pessoas”, conta.

Projeto feito sob medida

Cada projeto de Arquitetura Paisagística é feito, especialmente, para cada cliente. E todo novo projeto começa com o entendimento e a análise do público ao qual se destina, bem como do local onde estará inserido e os desejos dos futuros moradores.

Também se leva em consideração a harmonização do estilo com a arquitetura de exteriores (paisagismo). Mas, acima de tudo, o cliente precisa confiar no trabalho do arquiteto.

“É muito importante para a concepção de um projeto de arquitetura paisagística a liberdade de criação e a confiança do cliente no trabalho do profissional. Cada escolha e sugestão apresentada são pensadas para criar a atmosfera desejada. Às vezes, se um elemento dessa composição é alterado, o efeito também não será o desejado”, ressalta Mera.

Realizando sonhos

O sonho da casa própria é comum a uma grande parte dos brasileiros, que passam anos a fio guardando dinheiro para conseguir realizá-lo. Logo, o projeto de Arquitetura Paisagística deve respeitar e valorizar os desejos dos compradores, futuros moradores de empreendimentos projetados para atendê-los.

A Perplan se preocupa em tornar a realidade fiel ao sonho do cliente. Gabriela Gonçalves de Oliveira, arquiteta do Departamento de Urbanização da empresa, explica que “uma das preocupações da companhia é criar produtos que atendam o desejo do seu público e, para isso, são feitas pesquisas de mercado para entender, por exemplo, os hábitos dos clientes e seus esportes preferidos”.

E o resultado dos pontos levantados orienta o desenvolvimento dos projetos. “Neles, cada vez mais, temos diversificado e ampliado as áreas de lazer, tornando-os verdadeiros clubes particulares. Atualmente, muitas novidades têm surgido para trazer mais conveniência às necessidades do dia a dia, como mercados, feiras, serviços pay per use, entre outros”, esclarece.

Foi com essa perspectiva que a Perplan convidou Eduardo Mera para realizar a Arquitetura Paisagística dos seus dois mais recentes empreendimentos de alto padrão, Marquises Park Residence, em Ribeirão Preto (SP), e Liberdade 1226, em Uberlândia (MG).

Arrojado e contemporâneo

Lançado no segundo semestre de 2019, o Marquises Park Residence está sendo erguido ao lado do Über Parque Sul “Roberto Francói”, na rua Cezário Gonçalves, 200, no Jardim Botânico, local que se tornou sinônimo de prática esportiva, bem-estar e segurança em Ribeirão Preto. Seu projeto arquitetônico arrojado e contemporâneo, digno de resort urbano, traz apartamentos com amplos terraços gourmet e vista privilegiada da cidade.

Com 21 pavimentos, o prédio possui opções de planta com três ou quatro suítes, de 274 a 292m², e quatro vagas na garagem. Quem optar pela cobertura poderá escolher entre duas penthouses, de 568m², cheias de estilo, conforto e muito luxo. Os novos moradores terão a sua disposição cinco suítes, seis vagas na garagem e uma piscina privativa, de borda infinita, que “flutua” sobre o Parque Sul.

A obra foi pensada para criar fluidez entre os ambientes internos e externos. “Nosso direcionamento foi, principalmente, ter um parque já consolidado, com linhas muito claras de linguagem e a própria arquitetura do Fernando Rivaben – arquiteto que assina o empreendimento –, que é muito marcante. Tínhamos que harmonizar essa conversa das áreas externas com os elementos que já faziam parte do projeto”, lembra Mera.

O paisagista salienta: “Eu não vejo muita separação entre os dois espaços: de dentro para fora e de fora para dentro. Eles estão fluidos e, realmente, fazendo parte um do outro”.

Isso, no dia a dia do prédio, fará com que os ambientes sejam totalmente aproveitados, não apenas um espaço específico, porque tudo foi pensado para ser usado. Todos terão uso, possibilidades de vivência e influência no cotidiano.

O Marquises foi pensado para trazer o máximo de comodidade a um público moderno. Ele terá uma superestrutura com marquises que se alinham lado a lado, hall amplo, salão de festas espaçoso, bicicletário, briquedoteca, sala fitness, com estrutura de academia, integrada ao Espaço Pilates.

áreas externas

Ele também terá coworking – sala de trabalho compartilhada –, pet care, piscina com raia de 25m, deck molhado, sauna envidraçada, spa, piscina infantil, fogão a lenha, forno de pizza, vagas de estacionamento com tomadas para veículos elétricos e o Family Club, espaço feito, especialmente, para as famílias com churrasqueira, piscina e playground privativos.

Os diferenciais do novo empreendimento da Perplan não param por aí. A incorporadora forneceu independência e autonomia aos compradores, que poderão personalizar sua nova casa desde a escolha dos acabamentos até a modificação da planta – ou seja, os apartamentos serão entregues como desejado. 

Um produto intimista e sofisticado

Com localização privilegiada na cidade de Uberlândia, na desejada avenida Liberdade, entre o Praia Clube e o Cajubá Country Club, está sendo erguido o primeiro empreendimento da Perplan no Triângulo Mineiro. Com projeto único do premiado arquiteto João Armentano, o Liberdade 1226 será um presente arquitetônico para a cidade.

Moderno e com layouts versáteis, o empreendimento oferecerá diversas tipologias, com possibilidades de customização, atendendo a diversos gostos e necessidades dos consumidores. Ele terá 23 andares e apenas 32 apartamentos, em um mix que inclui duplex, unidades maison, que ocupam todo o pavimento, apartamentos de 206m² e coberturas triplex de 500m².

Para Eduardo Mera, o maior desafio para a Arquitetura Paisagística do Liberdade 1226 foi criar um ambiente intimista para o empreendimento, um projeto diferenciado e sofisticado.

“Criamos um aspecto de lar, acolhedor, com uma linguagem prática do cotidiano também. Assim, enxugamos as praças temáticas e preferimos criar grandes espaços subdivididos, que oferecerão essa atmosfera sofisticada e imponente para receber família e amigos”, afirma.

Ele também diz que foram trazidos, para o empreendimento, elementos que, acredita, estariam presentes na casa de uma família ou em um ambiente particular, com qualidades elegantes e modernas.

áreas externas

“A escolha dos materiais, portanto, foi muito importante nesse processo. Os pisos e os demais elementos construídos desse espaço externo foram muito bem direcionados para o público que queremos atingir”, finaliza o paisagista.

Pensado em cada detalhe, o Liberdade 1226 tende a se tornar uma referência no segmento de luxo na cidade. Não só por unificar o know how da Perplan ao renomado arquiteto João Armentano, mas, também, por envolver o cenário da cidade a um empreendimento ímpar para a região e estabelecer um novo padrão para o segmento.

Qualidade de vida e sustentabilidade

Há 20 anos no mercado imobiliário, a Perplan já entregou mais de 30 empreendimentos, que juntos superam 6.000 unidades, em oito cidades do interior do Brasil.

Esse sucesso sustenta os objetivos da empresa: desenvolver empreendimentos e loteamentos em sinergia com seus valores corporativos, como a criação de novos bairros com rigorosos planejamentos urbano, arquitetônico e ambiental.

Os novos bairros são a continuação de uma cidade e necessitam de um planejamento estruturado, que se preocupe em fornecer água potável, coleta de esgoto, lagoa de contenção, escoamento de águas pluviais, energia elétrica, telecomunicações, organização do sistema viário, sistema de coleta de lixo e controle de ruído, entre outros elementos fundamentais.

A empresa incorpora em seu planejamento melhorias para a comunidade e respeito às áreas verdes, como praças, canteiros e áreas de preservação. A Perplan assume com responsabilidade o desenvolvimento de projetos de urbanização capazes de controlar os impactos ambientais de forma sustentável, sem interferir no equilíbrio ambiental e sem comprometer a qualidade de vida das pessoas, hoje e amanhã.