Publicado em: 17/12/2019

Morar próximo a um parque favorece a conquista de um estilo de vida muito mais saudável

img-responsive

Morar bem para ter qualidade de vida é o que todos buscam na hora de escolher um imóvel. Outro fator importante é a localização. Todos querem morar em um bairro que lhes traga, além de tranquilidade e segurança, valorização do investimento realizado.

Estes fatores são decisivos para a compra de um imóvel. Por exemplo, quem mora próximo a parques tem a oportunidade de usufruir de um espaço de lazer que proporciona a esperada qualidade de vida, o que, realmente, faz a diferença no dia a dia do morador.

Pesquisas realizadas pelo Departamento de Saúde Pública dos Estados Unidos mostraram que a incidência de diabetes é 14% menor e a de hipertensão chega a ser 13% menor em pessoas que vivem e moram próximos a parques com áreas verdes. Por isso, apartamentos como esta característica, em especial, passam a ser objetos de desejo das pessoas.

Morar próximo a um parque estimula as pessoas a cuidarem da saúde. Entre outros, os benefícios são o combate ao estresse, com uma caminhada ou corrida, por exemplo, ou poder fazer atividades físicas com regularidade.

Há, ainda, a busca pelo prazer em encontros com a família e amigos, o que contribui, decisivamente, para o equilíbrio emocional das pessoas e facilita o combate à depressão e à ansiedade.

Um parque para chamar de seu

A Perplan, dona de vasto portfólio em construção civil em Ribeirão Preto e mais seis cidades do interior de São Paulo, lançou, no segundo semestre de 2019, o seu produto mais moderno e sofisticado: o Marquises Park Residence.

Um de seus atributos principais é, justamente, este: o terreno onde será erguido, à rua Cezário Gonçalves, 200, no Jardim Botânico, Zona Sul de Ribeirão Preto, está ao lado do Über Parque Sul “Roberto Francói” e foi estrategicamente escolhido pela incorporadora.

O Jardim Botânico faz parte do Bosque das Juritis, bairro planejado e implementado pela Perplan em 2000 e que garantiu impulso econômico para o município. Ele oferece, em um único local, opções de moradia, de trabalho e de lazer com praticidade e segurança.

Pesquisa de mercado realizada pela empresa Idea Brasil apontou que sete em cada 10 moradores de Ribeirão Preto entrevistados gostariam de morar no Jardim Botânico.

O bairro é um dos mais bem localizados de Ribeirão Preto. Em seu entorno há uma variedade de comércio e serviços premium – escolas, supermercados, academias, restaurantes, cervejaria artesanal, shoppings centers, etc.

Possui largas e extensas avenidas. Está dentro do Anel Viário Sul de Ribeirão Preto, o que garante uma logística de tráfego rápido e seguro para outras regiões. Há uma associação de moradores do entorno do Parque Sul que zela pelo patrimônio comum e busca melhorias de interesse coletivo.

Über Parque Sul “Roberto Francói”

Ribeirão Preto foi a primeira cidade de São Paulo a ganhar um parque design. O Über Parque Sul “Roberto Francói” tem inspiração internacional, principalmente europeia, ocupa mais de 18 mil m² de área verde e foi desenvolvido pela Perplan e parceiros.

Alguns de seus diferenciais são wi-fi gratuito, mirante, playground, brinquedos inclusivos, aparelhos de ginástica, circuito de bike, percurso de 450m para corrida e caminhada, miniteatro de arena, espelhos d’água e bebedouro para animais.

Imóveis são mais valorizados perto de parques

O Marquises Park Residence tem todas as suas unidades com vista para o Parque Sul e isso também é um fator que agrega valor ao produto, como acontece em todo o mundo. Não por acaso os dois imóveis mais caros do mundo possuem vista para o Hyde Park, em Londres, na Inglaterra, e o Central Park, em Nova York, nos Estados Unidos.

A empresa de pesquisas DataZap, o braço de inteligência do ZAP Imóveis, por exemplo, fez um levantamento em São Paulo e concluiu que, no caso do Parque do Ibirapuera, os imóveis mais próximos chegavam a custar 62% mais que a média da região. No Parque do Povo, o preço do m² mais próximo ficou até 74% superior.

Em 2017, o órgão fez outra pesquisa, publicada em matéria da revista Época. Foram considerados cinco parques paulistanos: Ibirapuera, Villa Lobos, Parque do Povo, Ceret e Parque da Juventude.

Nos anúncios referentes aos imóveis próximos a eles, segundo o levantamento, o Ibirapuera foi citado em 43,99%, Villa Lobos em 32,14%, o Parque do Povo em 19,77%, o Ceret em 11,14% e o Parque da Juventude em 2,67% dos anúncios.

Fale com a Perplan - O que você deseja?

Copyright 2020 - Todos os direitos reservados Perplan intermediação de vendas de imóveis Ltda Creci/SP N° 27.878-J - Desenvolvido por: DREAMONE